Peregrinos do Cosmos

A todos os Peregrinos do Cosmos...

Eis que é chegado o tempo de despertar.
Eis que é chegada a altura de abrirmos o nosso olhar interior.
Esta é uma época de Mudança Profunda e só aqueles que acompanharem esta Mudança terão lugar no Mundo Futuro.

O nosso Planeta de 3ª Dimensão está em Mudança, em Evolução, e só aqueles capazes de acompanhar esta Evolução terão lugar na Futura "Casa" que já se encontra em construção.
Erguei-vos, pois, e Caminhai...

Deixai que o Ser Interno que vos habita desperte e assuma as suas tarefas.
Esta é a missão dos verdadeiros Peregrinos do Cosmos.
E, quando esse Ser, agora adormecido, despertar, então também vós passarão a fazer parte do Grande Plano que os olhos mortais e materialistas ainda não são capazes de Ver.
.
Eis a Luz que leva à Verdade, a Luz Sagrada que brilha no interior de cada um de nós.
Deixai que ela vos ilumine o Caminho, pois esse é o Caminho certo que vos conduzirá à Eternidade, onde o Espaço e o Tempo não são mais.
.
.

Dimensão, Ilusão e Verdade



Da mesma forma que esta Nova Era nos permitiu uma nova compreensão da Dimensão Tempo (compreendendo que esta se encontra numa escala vibratória superior à da mente Humana) deveremos, da mesma forma, intuir a Dimensão Espaço.

Normalmente, quando nos referimos à dimensão Espaço pensamos imediatamente no Espaço Tridimensional que caracteriza esta Escola Universal a que chamamos Terra. Contudo, e na realidade, vivemos num Universo Multidimensional onde existem infinitas Dimensões-Espaço que formam uma vasta matriz, tal rede luminosa, e cujos sinais de existência se encontram ocultos na tridimensionalidade que a nossa mente consegue percepcionar.

Assim, ao projectarmos uma sombra com a nossa mão essa sombra tem a forma de uma mão mas falta-lhe uma dimensão: trata-se de uma projecção plana. Da mesma forma as nossas actuais representações tridimensionais são apenas sombras de dimensões superiores. Normalmente pensamos que estas projecções são a realidade, que somos estas sombras tridimensionais, esquecendo a nossa verdadeira Origem.

A ideia generalizada de que o Espaço é o local onde se situa a matéria e nada mais converteu-se, erroneamente, na nossa percepção de Realidade.
Contudo o Vazio tem mais energia que a matéria, pelo que em última análise a matéria e o Vazio são a mesma coisa, estabelecendo uma relação de Continuidade entre si. (Sendo que a existência da Dimensão do Vazio se encontra actualmente comprovada cientificamente.)

Assim verifica-se que vivemos dentro de uma grande Ilusão, presos a uma Dimensão Limitadora, criando limites a nós próprios por não conseguirmos aceder a informações correctas e Verdadeiras, vedando-nos acesso à enorme quantidade ilimitada de Energia que se encontra actualmente fora de nosso alcance.Desta forma há que trabalhar a Expansão da Consciência, em Harmonia e Sabedoria com o Cosmos, e de nos elevarmos acima do mundo Tridimensional abrindo nosso Campo Energético à influência das Correntes Superiores.

Só desta forma seremos capazes de percepcionar a Verdadeira Realidade e de vislumbrar um pouco do que é olhar o Mundo através dos olhos de Deus.
.

Signos de um Retiro



- Silêncio

Não apenas vocal, mas de todo o corpo mental.
Silenciar os pensamentos comuns e diários.
Silenciar preocupações e problemas mundanos.
Abrir espaço no Consciente para a Ancoragem de outras Vibrações e Energias Superiores.

- Simplicidade

De acção.
De comportamento.
De intenção.
De pensamento.
Simplificar as tomadas de decisão.
Reduzir ao mínimo indispensável a vivência de se Ser Humano.
Reduzir ao máximo os ruídos externos que acompanham os nossos objectos pessoais: transportar pouco, usar pouco, ingerir pouco. Quanto menos se tem, menos se deseja, menos dúvidas assaltam o espírito, menos conflitos internos.

- Humildade

Perante nós mesmos.
Perante nossos irmãos, humanos e não humanos.
Perante Deus.
Humildade para pedir Perdão. Humildade para pedir Ajuda. Humildade para descalçar os sapatos à entrada de casa.
Controlar o orgulho, tantas vezes usado como arma de sobrevivência na vida quotidiana.
Exercitar a Coragem de Chorar.
Exercitar a Coragem de Amar com o Coração, e não apenas através de palavras.
Exercitar a Coragem de ser Honesto com o próprio Ser: Assumir como Verdade o que se sente. Não assumir o que não se sente.

- Catarse

Libertar o que julgamos não poder sentir, ou o que sentimos e não ousamos assumir.
Limpar o nosso Mundo Interno.
Muitas das coisas que transportamos sufocam-nos, enfraquecem-nos e provocam o Ruído que nos impede de escutar as outras Vozes.

- Ordem e Ritmo

Uma acção repetida em consciência origina um Campo Magnético que se intensifica e amplia de cada vez que essa acção é repetida.
Estabelecer Ordem e Ritmo origina uma série de Ondas Vibracionais Concêntricas no Éter que se expandem como um Pulsar constante.
Esse Pulsar imprime uma Força Gravítica e praticamente instantânea de Alinhamento, transformando o Ser num Pilar Cósmico, num Acumulador Energético, num Ser Magnético.

- Comunhão Interna

Consigo mesmo. Com o Ser Interno que normalmente ignoramos.
Abraçar a Criança Interna que não tem espaço para existir na vida diária.
Reverenciar o Sábio que nos habita e que é tendencialmente ignorado.
Amar o filho em nós, a parte do Ser que é pai ou mãe, e a que é idoso e ancião também.
Escutar e abraçar o Ser como Um Todo.

- Oração

Erguer o coração ao Alto e Conversar de corpo e Alma com a Entidade Criadora que colocou em andamento todas as Forças deste Universo.
Não interessa ‘Orar a quem’…
Em última instância o Criador não tem preferências sobre as nossas infantis mas necessárias representações tridimensionais do que jamais terá representação possível.
Em última instância todos nós, frutos da Criação, possuímos em nosso interior o sopro do Criador, a Força a que chamamos Vida.
Por isso Orar à Vida, a Deus, ou a uma Força Longínqua que habita o Universo… tudo é válido. Orar à Mãe, ao Pai ou ao Filho. Orar ao Sol, ao Vento ou às Estrelas.
Orar é erguer a nossa Frequência Energética a uma Oitava Superior.
Orar, não apenas por palavras, mas como acção consciente, provida de intencionalidade. Expandir o nosso Campo Energético criando em nosso redor uma Cúpula de Cura e Estabilização Vibracional.
Um ser humano em Oração é um Ponto de Luz Cósmico.
Vários seres humanos em Oração formam uma Malha Luminosa Cósmica.
Se toda a humanidade Orasse, no verdadeiro sentido da palavra, a Terra seria um Planeta de Luz e os corpos físicos não padeceriam de enfermidades. Gaia purificar-se-ia. O ruído mental que produzimos desapareceria. O Mundo viveria em Paz.

- Alinhamento

Dos vários corpos: Fisco, Mental, Emocional, Etérico.
Alinhamento dos Corpos Inferiores ou Densos (tridimensionais) com os Corpos Superiores ou Subtis.
Alinhamento de todos os corpos com a Energia do Local de Retiro que, por si só, deverá expressar uma Estabilização Energética de Limpeza, Cura, Contacto e Silêncio Interno Profundo.
Alinhamento de todos os corpos com a Energia de Gaia e de todos os Seres Vivos que a habitam.
Alinhamento com os campos energéticos dos outros Planetas do Sistema Solar e dos Sistemas Estelares mais longínquos.

- Elevação

Da Vibração Mental em que funcionamos.
Das intenções que nos habitam.
Dos desejos e vontades que nos consomem.
Da energia que emanamos para o exterior.

- Revelação

Do Eu perante si mesmo.
Aceitação de Si por Si.
Revelação do Eu perante os Outros e dos Outros perante o Eu.
Aceitação do Outro tal como ele é.
Revelação dos Mundos Subtis perante o Eu.
Aceitação dos Ritmos e dos Ciclos. Existe um momento certo para cada momento.
Abertura para momentos de Instrução Superior.

- Comunhão

Entre as várias vozes que nos habitam: O Eu da vida comum e diária, o Eu Intuitivo e o Eu Superior, o Sábio Cósmico que nos Habita.
Comunhão Energética Incondicional.
Comunhão com a Eternidade além Tempo e além Espaço, a Infinitude do Universo e da Vida como Força Ígnea inesgotável.
Comunhão com a mais pequena das expressões de vida, com a mais banal das pedras do caminho, com a mais insignificante folha verde, com a mais delicada flor, com a mais imperceptível brisa.
União do Macrocosmos e Microcosmos no Coração do Ser.

- Sintonia

Energética.
De Almas.
De Intenções.
Expansão da Consciência para além do Consciente. Intuição Pura do Mundo que nos rodeia. Visão luminosa da verdadeira expressão dos atributos universais encarcerados nos diversos corpos físicos tridimensionais.
Na verdade o Mundo é belo, extremamente Luminoso e Iridescente.

- Sincronia

Anular o próprio ritmo e tentar percepcionar os diferentes ritmos que nos rodeiam.
Sincronizar o Ser com esses ritmos e deslizar em harmonia por entre eles.
Ser Vento.
Ser Chuva.
Ser Lago.
Ser Pedra.
Ser Árvore.
Ser Fogo.
Ser Montanha.
Ser Trovão.
Compreender que tudo tem o seu Ritmo. Aprofundar a Consciência através da Aprendizagem e Experiência de outros Ritmos.

- Alegria

Em União com a Alegria que toda a Vida na Terra exprime.
Porque a Vida e a Morte são contínuos. Porque na Verdade não existe nem Fim nem Princípio. Porque a Eternidade já nos pertence e não é algo a ser conquistado. Porque o Universo é vasto e aguarda nossas aventuras. Porque não somos nem tão pequenos nem tão insignificantes como muitas vezes pensamos. Porque somos Livres de escolher o nosso Caminho.

- Maravilhamento

Pela própria Existência de toda a Existência que somos capazes de percepcionar, na certeza de que existe muito, mas muito mais, ao virar da próxima esquina.

- Amor Incondicional

Amar por Amar.
Amar o Amor.
Amar sem perspectivas, sem expectativas, sem nada esperar.
Amar primeiro o próprio Ser.
Amar a nossa Origem e o nosso Destino.
Amar nossos Companheiros de Caminhada: Os que se cruzam no nosso Caminho, os que apenas nos acompanham durante breves etapas, os que o percorrem a nosso lado durante toda uma vida. Até mesmo os que parecem querer afastar-nos do Caminho ou atrasar a nossa Marcha.

- Transmutação e Alquimia Interna

Como do chumbo para o ouro.
Impregnar todo o Ser, desde o Corpo mas Subtil à mas Densa das Células, de Luz Incandescente.
Onde houver ‘escuridão’ agir em Potência.
A Força que nos Habita é dotada de uma Intensidade Nuclear avassaladora com a capacidade de Transmutar e Reverter a rotação espiralada de nossos Dínamos Energéticos, purificando todo o habitáculo do Ser.

- Devoção, Reverência e Gratidão

Pela própria Vida.
Pelos Seres que nos rodeiam.
Pelo o Divino que nos Habita e que Habita todos os Seres Vivos.
Pelas Expressões Sábias e Ocultas que por vezes nos visitam e tão pacientemente nos Instruem.
Pela possibilidade de Ser, Estar e Acontecer no Aqui e Agora.
Pelo Templo Interno.
Pelo Contacto.
Pela Sabedoria que nos habita e que aguarda apenas que a encontremos.

- Beijo Supremo

Profunda Quietude.
Profundo Silêncio.
Profunda Reverência.
Imergir no toque suave do Manto Divino que nos envolve constantemente e cuja protecção e aconchego não percepcionamos por ocupados de mais para sentir.
Consciência de que somos Verdadeiramente Amados.
Consciência de que existe um Plano Supremo para a nossa Existência.
Consciência de que nunca estamos Sós.


Por fim…

Transformar nossas casas em Espaços de Retiro.
Transformar nossos locais de trabalho em Ilhas de Luz.
Transformar nossas Vidas em Vidas Conscientes.
Viver o Retiro no trabalho, em casa, em família, nas férias.
Unir o Ser fragmentado que somos num Ponto Único impregnado de Verdade, Coerência e Harmonia.
.
.

Céu da Nova Era

Céu da Nova Era


A transformação radical aproxima-se velozmente, tudo está a mudar de modo extraordinariamente rápido.


Isto está a acontecer em todo Planeta e em tudo o que nele vive.

A Frequência Planetária está a acelerar, invertendo, progressivamente, o eixo do Planeta.


As pessoas estão, interiormente, nesse processo de intensa modificação.


Alteram-se os pensamentos, os valores e os objectivos de vida.

Cada vez mais os iguais, espiritualmente, se aproximam e os diferentes em espírito se repelem.

Está sendo feita a separação entre o trigo e o joio.

Tudo isto é a Chave, a senha para praticarmos 'atitudes espirituais'.


É chegado o derradeiro tempo de se vivenciar o Novo; viver, concretamente, os Ensinamentos Superiores.


É a hora de Viver o Amor praticado, em todos os lugares e não apenas nos Templos.


Sofremos influências de nossas atitudes e pensamentos; é, pois, o momento de pensar e implementar atitudes de Amor, ter comportamentos éticos e de respeito pelos nossos Irmãos, sejam eles pessoas, animais ou plantas: Todo o Planeta.


Se ainda não existe o verdadeiro sentimento de Amor em nossos corações, nossas atitudes de Amor irão gerar, certamente, o Sentir do Amor.


Ainda que seja verdadeira a premissa de que quem Ama pratica gestos de bondade,
igualmente, apresenta-se verdadeira a tese de que as pessoas, com atitudes correctas, justas e bondosas, acabam por sentir verdadeiramente o Amor em seus corações.

O certo é que, sem atitudes de Amor não há como existir concretamente o Amor.

Não há, no tempo actual e no que se aproxima, como ficar agarrado ao velho, que se está a esvair, porque está nascendo a Nova Era, com outras Luzes e Energias Especiais.


Com o livre arbítrio, podemos escolher se iremos fazer ou não parte desse momento histórico/espiritual da Terra.


Não resta muito mais tempo, tudo está num processo intenso de transformação.

Os dias, as horas voam...

O tempo está perdendo a sua força tridimensional, adequando-se aos novos paradigmas de Dimensões Superiores.

E, por essa razão, é o Agora, o instante único e rápido, para agirmos como Novos Seres Espirituais, praticando somente atitudes espirituais de Amor, Orando e praticando Meditação, para que, esse conjunto de acções, eleve a energia de nossos Chakras Inferiores aos Chakras Superiores, para que nos possamos sintonizar na mesma frequência energética do Céu na Nova Terra.
.
.